domingo, 7 de novembro de 2010

FÊNIX



Toda decepção pode ser fatal para mim. Muitas vezes, apenas uma palavra dita na hora que eu precisava ouvir o oposto, pode desencadear um processo daninho sem volta.
Preciso chorar, até secar e ficar inchada. Falar palavras de lamentações até me sentir a última das criaturas.
Só assim eu ressurgirei das cinzas como fênix. Onde nada parecia mais ter vida e cor, eis que a esperança e o amor próprio emergem.
Preciso sofrer para crescer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente o que achou do texto e se ele lhe causou algum sentimento. Beijos e obrigada por ter vindo aqui.